Anitta apoia candidatura de Molon em meio a racha da aliança PT-PSB no RJ

Compartilhe

A cantora Anitta declarou nesta quarta-feira, 3, apoio à candidatura de Alessandro Molon (PSB) ao Senado Federal pelo Rio de Janeiro. Em mensagem nas redes sociais, a dona do hit Envolver respondeu a uma publicação do parlamentar: “Lança logo essa candidatura, homi”, escreveu a artista, que recebeu em seguida uma resposta do candidato. “Você apoia minha pré-candidatura, Anitta?”, questionou Molon. A interação continuou e a cantora confirmou o apoio. “Pois eu voltei do retiro espiritual achando que já tinha um candidato pra votar. Tô te esperando”, finalizou. A manifestação pública da poderosa acontece em meio a rachas da esquerda no Estado, com o Partido dos Trabalhadores (PT) retirando apoio a Marcelo Freixo (PSB), candidato ao governo local, por entender que o acordo político entre PT-PSB não está sendo cumprindo. Os petistas alegam que a aliança definia que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à Presidência da República, apoiaria a candidatura de Freixo e, em contrapartida, o filiados do PSB apoiariam o nome de André Ceciliano (PT) ao Senado Federal, o que não aconteceu.

O Partido Socialista do Brasil (PSB) mantém a pré-candidatura de Alessandro Molon ao Senado Federal, se colocando como opositor a Ceciliano. A avaliação é que, a menos de dois meses das eleições 2022, o nome de Molon figura melhor nas pesquisas de intenção de voto no Rio de Janeiro, com chances reais de vitória. Segundo pesquisa Real Time Big Data divulgada em 27 de julho, por exemplo, Alessandro Molon aparece em primeiro lugar na disputa ao Senado, com 17% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Romário (PL), que tem 16%, e com Marcelo Crivella (Republicanos), que chega a 12%. No levantamento, André Ceciliano pontua apenas 5%. O novo posicionamento político de Anitta nas redes sociais reforça a ideia, já defendida pela cantora, de que não é petista, embora defenda à eleição de Lula e faça campanha aberta à candidatura do ex-presidente. Em 16 de julho, a poderosa chegou a afirmar nas redes sociais que negava o uso da sua imagem para propagandas e campanhas políticas de outros candidatos do PT. “Eu não sou uma apoiadora do PT e não sou petista. Não autorizo o uso da minha imagem para promover este partido e seus candidatos”, escreveu.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.