Aniversário de médico Elsimar Coutinho será Dia do Planejamento Familiar em Salvador

Compartilhe

elsimar coutinho

A data do aniversário do médico Elsimar Coutinho, 18 de maio, também passa a ser comemorado o Dia Municipal do Planejamento Familiar. Falecido em 2020, em decorrência da covid-19, Elsimar foi homenageado durante um evento, nesta quarta-feira (18), no Centro de Pesquisas e Assistência em Reprodução Humana (Ceparh).

Coutinho faleceu aos 92 anos e era médico e farmacêutico. Ele dedicou sua vida à pesquisa e à medicina como precursor do planejamento familiar em Salvador. Buscou prevenir e tratar as doenças relacionadas à saúde da mulher. Foi pioneiro no tratamento de reposição hormonal, desenvolvendo soluções inovadoras. 

O projeto de lei, que instituiu o dia comemorativo, foi proposto pelo vereador Marcelo Maia, líder do PMN na Câmara de Salvador, para dar continuidade ao legado do médico por meio de iniciativas que contribuam para que a data tenha efeitos mais concretos na vida das pessoas. 

“Ele vem para o calendário do município de Salvador como uma forma de fortalecer a luta do Ceparh e principalmente do legado deixado pelo professor. É o primeiro ano que a data está instituída, então, certamente no próximo ano teremos outras atividades dentro da data. Algo que não fique apenas como um dia, mas que tenha um efeito eficiente”, planeja o vereador.

filha elsimar coltinho
Elsimar Coutinho completaria 93 anos nesta quarta-feira (18), mesma data instituída como o Dia Municipal do Planejamento Familiar (foto: André Oliveira)

Atualmente, o cargo da presidência é ocupado pela filha de Elsimar, Charlotte Coutinho. Para ela, o trabalho do seu pai foi, principalmente, o de contribuir para a autonomia e emancipação das mulheres. “Ele se empenhou para inventar novos métodos concepcionais para dar empoderamento à mulher, de poder escolher quando ela quer ter um filho. Isso começou a muitos anos atrás”, contou.

O secretário municipal de saúde, Léo Prates, também esteve presente. Ele falou da importância da parceria entre o SUS e o Ceparh para garantir uma vida mais digna para a população. O centro médico disponibiliza anualmente mais de 65% da sua capacidade assistencial instalada ao SUS, mediante contrato com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador.

“Quando ouvimos a fala de muitos políticos sobre o problemas das industrias clandestinas de aborto, a gente lembra de Elsimar Coutinho, de que nós temos que prevenir, fazer planejamento familiar. Salvador investe na parceria com o Ceparh para evitar que as pessoas engravidem quando não querem e garantir uma vida mais digna para as crianças que vêm ao mundo”, disse Prates.

A secretária Carolina Costa, 39, viveu na prática as possibilidades que o programa de planejamento familiar público pode garantir de positivo. Ela buscou o acompanhamento do Ceparh após a chegada da sua primeira filha. Ela utilizou contraceptivo injetável trimestral, dispositivo intra uterino (DIU), pílula e, após o nascimento do segundo filho, optou pela laqueadura.

“Hoje eu sou laqueada e tenho mais liberdade em relação a ter uma vida sexual ativa sem preocupação de uma nova gestação. Não tive custo nenhum, nem para adquirir os medicamentos e sempre fui muito bem assistida”, disse Carolina.  
 

*Com orientação da subchefe de reportagem Monique Lôbo

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.