Após assembleia, motoristas de ônibus aprovam estado de greve em São Paulo

Compartilhe

oft20190906027

Após realizar uma assembleia em frente à sede do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas), profissionais da categoria de ônibus aprovaram nesta segunda-feira, 23, um estado de greve – sinalização de que a categoria pretende realizar uma paralisação total nos próximos dias. Além do indicativo de suspensão das atividades, foi aprovado a realização de protestos nos terminais de ônibus da capital na próxima quarta-feira, 15, às 14h. Valdevan Noventa, presidente do Sindmotoristas, a proposta salarial oferecida aos trabalhadores é “indecente”.

“Gananciosos e insensíveis, os concessionários do sistema do transporte público urbano de São Paulo não estão preocupados com as consequências do seu jogo sujo, o quanto isso pode afetar os condutores, usuários de ônibus e a população em geral”, afirmou Noventa. Em meio às reivindicações, destaca-se o pedido de reajuste salarial 12,47%. Os profissionais também solicitam um vale refeição de R$ 33,00, uma equiparação de benefícios entre trabalhadores da categoria, participação nos Lucros e Resultados (PLR) de R$ 2.500,00 e reajuste nos valores dos benefícios de Auxílio Funeral, Seguro de Vida e convênios médicos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.