Após três anos, FAB expulsa sargento preso com 37 kg de cocaína na Espanha

Compartilhe

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou nesta quinta-feira, 12, que expulsou definitivamente o sargento Manoel da Silva Rodrigues, flagrado com 37 quilos de cocaína dentro de um avião da corporação no aeroporto de Sevilha, na Espanha. O caso aconteceu em junho de 2019, quando o militar acompanhava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (PL) em viagem ao Japão. “Ressalta-se que o tempo corrido até a efetiva expulsão do sargento esteve condicionado ao cumprimento dos devidos trâmites administrativos de intimação do militar, que se encontra detido em outro país desde a sua prisão em flagrante”, disse a FAB em nota.

Com a medida, Rodrigues também perde seu grau hierárquico na corporação. Ele já tinha sido condenado pela Justiça Militar da União em fevereiro deste ano. A pena é de 14 anos e seis meses de prisão. “A Força Aérea reitera que atua para coibir irregularidades e que repudia condutas que não representam os valores, dedicação e o trabalho do efetivo em prol do cumprimento de sua missão institucional”, acrescentou a corporação.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.