Atriz de ‘Beleza Americana’ revela que foi estuprada e manipulada para fazer sexo a três

Compartilhe

A atriz Mena Suvari, estrela do filme “Beleza Americana” (1999), revelou que foi estuprada na infância e, anos mais tarde, obrigada por um ex-namorado a realizar fantasias sexuais que não queria. Segundo divulgado pelo The Guardian, a artista contou que namorou com um engenheiro de iluminação, cujo nome não foi revelado, que era “sórdido e abusivo”. Além de ouvir ofensas e ser tachada de estúpida, Mena foi abusada sexualmente. O ex-namorado a coagia para ela aceitar usar brinquedos sexuais que achava desconfortáveis e a fazia escolher mulheres para praticar sexo a três com eles, incluindo as que ela conhecia nos sets de filmagens. “Eu não estava sendo amada. Eu era apenas um corpo, um receptáculo para seus desejos”, declarou a atriz. Anos depois, ela chegou a encontrar uma das mulheres que participou do ménage à trois e descobriu que o ex-namorado dizia a essas mulheres que Mena gostava desse tipo de relação. 

“Foi uma grande revelação para mim, percebi como eu estava sendo manipulada e não tinha ideia.” A atriz enfatizou que não é contra o sexo a três ou o uso de brinquedos eróticos em uma relação, desde que seja consentido: “Nunca quis falar negativamente sobre coisas que podem ser muito saudáveis ​​para outras pessoas. A questão é que não tive escolha ou dei permissão para que isso acontecesse, e é isso o que foi tão destrutivo para mim”. A artista também contou que antes do namoro, quando tinha apenas 12 anos, foi estuprada por um amigo do seu irmão mais velho. Ele começou escrevendo cartas de amor para ela e depois de encorajá-la a perder a virgindade, a estuprou várias vezes em sua casa. Depois disso, ele espalhou na escola que Mena era uma “prostituta” e, envergonhada, ela negou que as relações tinham acontecido.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.