Bacci pede cabeça de delegada em SP e é criticado por Datena

Compartilhe

Luiz Bacci criticou a diretora do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), Elisabete Sato, e foi criticado por José Luiz Datena no Brasil Urgente desta sexta-feira (13/5). O apresentador da Band disse que o concorrente da Record estava “completamente enganado” ao pedir a exoneração da delegada e acusá-la de não se importar com os pobres, após exibir reportagem sobre o assassinato de um barbeiro em São Paulo no Cidade Alerta do dia anterior.

“Minha mensagem de apoio total, e eu não empresto para ninguém a minha opinião, ninguém me força a falar o que eu quero, mas a minha mensagem aqui vai para a doutora Sato, uma das maiores delegadas que eu conheci na minha vida. Não só uma lutadora contra criminosos da pior qualidade, mas pela defesa da mulher. Ela sempre manteve uma casa de mulheres que apanharam durante toda a vida longe desses criminosos, uma casa que obviamente não tem endereço para que esses covardes não vão atrás das mulheres”, começou Datena.

“Sempre teve um altíssimo grau de desempenho da polícia, ela é amada na polícia, e a Sato sabe que os elogios que eu dirijo a ela são de verdade, direto do meu coração, pela competência, pela capacidade, pela genialidade dessa mulher que representa tão bem as mulheres também na polícia de São Paulo e do Brasil. Vai aqui a minha mensagem de apoio à doutora Sato”, completou o apresentador, na abertura do Brasil Urgente.


0

Em seguida, chamou Bacci de “amigo” e o aconselhou a pedir desculpas à delegada no Cidade Alerta.

“Quanto ao Bacci, que a criticou, o Bacci é um menino bom, é meu amigo, é jovem, ele faz um bom trabalho de jornalismo, um excelente trabalho de jornalismo, e eu acho que ele se equivocou muito com a doutora Sato. Isso não abala a nossa amizade de jeito nenhum, mas foi um equívoco o comentário que ele fez com a doutora Sato. O Bacci ainda vai crescer muito no jornalismo, já é um brilhante jornalista e vai crescer muito, mas está completamente enganado com a doutora Sato, que é uma fantástica mulher e uma extraordinária delegada de polícia. Eu acho que o Bacci deve refletir e, sei lá se ele vai pedir desculpas ou não, mas eu faria à doutora Sato”, prosseguiu o apresentador.

Entidades que representam a categoria repudiaram a fala de Bacci contra Elisabete Sato. Para a ADESP (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), o titular do Cidade Alerta “demonstrou total desrespeito e desconhecimento da trajetória profissional da delegada”.

“Causa espanto que um apresentador de telejornal profira palavras de tão grande desrespeito, inclusive se colocando claramente no papel de regulador da atividade policial, chegando a determinar ao delegado-geral que remova a diretora de suas funções. É imperioso destacar que a remoção de um delegado, seja ele quem for, é prerrogativa do delegado-geral, que possui independência funcional e livre convencimento de seus atos, sendo quaisquer tentativa de ingerência em sua atividade, de ordem política ou midiática, altamente reprovável e danosa para a investigação criminal e para a própria sociedade”, diz nota assinada por Gustavo Mesquita Galvão Bueno, presidente da ADPESP.

O SINDPESP (Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo) divulgou nota de repúdio contra Bacci afirmando que “a infeliz manifestação demostrou que o mencionado apresentador desconhece completamente a história da Polícia Civil do Estado de São Paulo e a trajetória brilhante de uma das mais eficientes e competentes delegadas de polícia do Brasil”.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

O post Bacci pede cabeça de delegada em SP e é criticado por Datena apareceu primeiro em Metrópoles.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.