Jornal IN | Itamaraju NOTÍCIAS - IN 24 horas - Jornal eletrônico com notícias de ITAMARAJU e região
Itamaraju (BA)
  • WhatsApp (73) 99958-1514

Baiano conquista título nacional e vence uma das principais batalhas de rima do Brasil

Celebridade
Publicado em 19 de jul de 2021 e atualizado às 16:26

Se você procura por calçados com qualidade das maiores marcas, visite a MINAS CALÇADOS.

Depois de alguns meses de seletivas, que começaram de forma online com mais de 300 nomes inscritos, 16 talentos do rap se encontraram na grande final nacional do Red Bull FrancaMente, neste domingo (18).

Marcado pelo improviso e pelo dom de transformar as palavras em arte, o evento – uma das principais batalhas de rima do país – consagrou o baiano Bl4ck como o grande campeão nacional, depois de vencer Fampa na semifinal e Yoga, também de Salvador, na decisão.

“O primeiro passo para se sentir um vencedor é ressignificar o conceito de vitória na vida. Somos muito apegados a ideia do sucesso ser relacionado apenas a um título na mão ou uma medalha, mas eu acho que já somos vencedores. Estou me sentindo bem, e pretendo aproveitar essa conquista para abraçar as oportunidades que surgirão a partir do presente, e construir algo que seja sólido.”, conta o campeão.

O jovem, de apenas 18 anos, já possui uma relação de longa data com o rap e com as batalhas. Com referências nordestinas, aos nove anos conheceu a modalidade por meio do repente, de Caju e Castanha, e da embolada. “Comecei a ficar fissurado na rima nesta ocasião e vi que, além de animar o público, essa arte também promove sempre uma reflexão”, relembra. Figura presente na cena, aos treze anos foi o mais novo da história a participar do Duelo Nacional de MCs e, deste então, acredita que o rap serve como forma de protesto e expressão de revolta, mas também utiliza a modalidade para recitar a vida poeticamente, de forma que transmute todas as dores e pensamentos obscuros em poesia.

Com Kamau, Carol Anchieta e Mamuti no comando do evento, inclusive da transmissão ao vivo, o artista Bl4ck agitou o vibrante público digital que torceu por seus MCs favoritos por meio do YouTube, e chamou a atenção dos jurados Clara Lima, Max B.O. e Slim em meio a duelos emocionantes e que renderam até réplicas, ou seja, um round excedente para que os jurados confirmassem o vencedor da disputa.

“Ser jurado não é fácil, e sempre analisamos com o coração, buscando alcançar o melhor e mais real resultado. Essa competição foi incrível e contou com batalhas de muito alto nível.

A mudança de formato, para algo mais digitalizado e sem público, também trouxe técnicas diferentes para os MCs, e até favoreceu alguns. Houve artistas que ficaram nervosos e não conseguiram entregar o que esperavam, e outros que estavam nervosos, mas na hora conseguiram se manter calmos e desenvolver suas ideias. Isso é batalha: estar preparado e conseguir entregar o melhor. O que vimos hoje foi maravilhoso, estou muito feliz de fazer parte e conseguir ajudar a selecionar um MC deste nível que tivemos hoje como campeão”, revela Slim Rimografia, um dos jurados do evento.

Em sua segunda edição no Brasil e em parceria com a TuneCore, distribuidora oficial de músicas do torneio, o evento conectou mais de 300 MCs de todo o País e reuniu representantes do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Fortaleza e Salvador na final nacional.

Inspirado no Red Bull Batalla, evento expoente do rap no mundo e que já reuniu um público de mais de 14 mil pessoas, a versão em língua portuguesa da competição trouxe novidades ao público brasileiro, como um formato mais digital e a criação de um aplicativo exclusivo, que funciona como uma rede social dos rappers e possibilita que artistas de diferentes localidades se conectem, interajam e, claro, batalhem.

De onde nasceu o Red Bull FrancaMente:

O Red Bull Batalla é o maior evento de rap do mundo e acontece em países de língua hispânica. Ao longo de suas 14 edições, criou uma engajada comunidade ao redor do mundo, reunindo público de mais de 14 mil pessoas em um único ano, e revelou nomes como Aczino, mexicano tetracampeão nacional do evento e o único a vencer uma final nacional fora de seu país e Rapder, atual campeão internacional, que também tornou-se referência no México. O evento ainda inspirou batalhas adaptadas ao idioma local em outros países, como Japão, França, Rússia e também o Brasil – que este ano estende o Red Bull FrancaMente à Portugal, onde os lusitanos se reunirão, no mesmo formato, para disputar no segundo semestre do ano.

Com informações de Andréa Pimentel