Com homenagem a Jô Soares, Neymar brilha em goleada do PSG contra Clermont

Compartilhe

O PSG goleou o Clermont por 5 a 0 neste sábado, na primeira rodada do Campeonato Francês, no estádio Stade Gabriel-Montepied. Neymar, que marcou um gol e deu três assistências, aproveitou o jogo para homenagear o artista Jô Soares, que faleceu nesta última sexta-feira.
O ponta Mbappé não jogou por conta de um desconforto muscular e fará tratamento ao longo da semana. Vitinha, contratado nesta janela de transferências, foi titular no meio-campo ao lado de Verratti.
Com esse resultado, o PSG assumiu a liderança provisória do Campeonato Francês por conta do saldo de gols. Mais cedo, o Monaco venceu o Strasbourg por 2 a 1, fora de casa.
O próximo jogo do PSG será contra o Montpellier, no próximo sábado, às 16h (de Brasília). A expectativa é que Mbappé se recupere até lá.

O JOGO

O Paris Saint-Germain abriu o placar aos nove minutos do primeiro tempo, com Neymar. Messi tentou dominar cruzamento rasteiro, mas deixou a bola escapar, sobrando para o brasileiro concluir com categoria na entrada da área. Na comemoração, o craque brasileiro mandou o tradicional “beijo do gordo” de Jô Soares para as câmeras.
Neymar chegou a ser convidado ao Programa do Jô em 2010 junto com todo o elenco santista. O clube inclusive relembrou o momento em suas redes sociais em forma de homenagem ao comediante.
O time do técnico Christophe Galtier ampliou aos 26 minutos, com Hakimi. Neymar puxou contragolpe e serviu o ala, que infiltrou pela direita e finalizou com força. O terceiro tento parisiense saiu na reta final da primeira etapa, com Marquinhos, em cobrança de falta batida por Neymar.
No segundo tempo, a equipe parisiense administrou bem o placar e ainda ampliou a vantagem na reta final, com Messi. Aos 35 minutos, Neymar saiu na cara do gol mas serviu o amigo argentino, que estava em branco e tocou sem problemas para o fundo das redes.
Depois, Messi recebeu passe em profundidade de Paredes, dominou no peito, e de puxeta, encobriu o goleiro. O golaço do argentino fechou a goleada do PSG.