Conta de luz fica mais cara em São Paulo, com aumento médio de 12,04%

Compartilhe

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (28) o reajuste tarifário das contas de luz deste ano da Enel Distribuição São Paulo. Os novos valores entrarão em vigor a partir de 4 de julho para os 24 municípios da área de concessão da distribuidora, que  atende cerca de 7milhões e 600 mil unidades consumidoras no estado.ebc.png62bbc05b6076debc.gif62bbc05d13cb9

O aumento médio para o consumidor será de 12,04%, sendo 18,03% para alta tensão e 10,15% para baixa tensão. Segundo a empresa, os consumidores de baixa tensão são, na maioria, clientes residenciais. Já os clientes de média e alta tensão são, em geral, indústrias e grandes comércios.

De acordo com a Enel, os principais fatores que influenciaram o aumento foram a inflação, além dos encargos setoriais, como a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), e os custos de compra de energia durante a crise hídrica de 2021.

Ainda segundo a empresa, o aumento das tarifas seria de 27,64%, se não houvesse um “esforço de redução” por meio de medidas do governo federal e da companhia.

*Com informações da Agência Brasil

Economia Brasília 28/06/2022 – 23:50 Agência Brasil Beatriz Arcoverde* – Editora da Radioagência Nacional aumento na conta de luz energia elétrica terça-feira, 28 Junho, 2022 – 23:50 1:37

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.