DSTECH é a empresa de internet 100% fibra e com melhor velocidade segundo ANATEL

Compartilhe

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) os prestadores de pequeno porte (provedores) com cadastros ativos na referida agência possuíam em março/2022 um total 8.120 assinantes ativos em Itamaraju.

Tecnologia Qtde. de Assinantes Market Share (%)
Satélite 116 1,43
Rádio 314 3,85
Cabo Metálico 2.552 31,31
Fibra Óptica 5.168 63,41
Total 8.150 100,00

Em março/2022 os 8.150 assinantes itamarajuenses utilizaram uma das 4 tecnologias acima. A fibra óptica, a mais rápida tecnologia de infraestrutura para uso da internet, e que desde janeiro passou a ser dominante aumento seu predomínio no mercado, agora com 63,41% de participação. Os usuários Itamarajuenses sabiamente estão abandonando a conexão de internet através de cabo metálico, o qual é limitado por sua elevada perda de potência do sinal devido a sua baixa imunidade a ruídos.

Velocidade Qtde de Assinantes Market Share (%)
0Kbps a 512Kbps 20 0,25
512kbps a 2Mbps 190 2,33
2Mbps a 12Mbps 2.753 33,77
12Mbps a 34Mbps 254 3,12
> 34Mbps 4.933 60,53
Total 8.150 100,00

Essa migração para fibra óptica tem resultado em adesão a velocidades superiores a 34 Mbps, que ampliou sua preferência atingindo 60,53% dos assinantes. Tal mudança vem acontecendo principalmente entre os clientes do provedor DSTECH vice-líder do mercado que informou a ANATEL que 100% dos seus clientes são usuários de fibra óptica com velocidades superiores a 34 Mbps.

Seguindo a mesma tendência a R&R WiFi, provedor ainda líder do mercado em Itamaraju, iniciou mais fortemente a migração do cabeamento metálico para a fibra. Na R&R, dos 4.271 assinantes, 2.701 usam fibra, enquanto outros 1.570 clientes ainda utilizam o já considerado obsoleto cabeamento metálico para obter acesso a velocidades máximas que variam entre 2 e 12 Mbps. Aliás, isso é condizente com a velocidade máxima de 15 Mbps usualmente entre por essa limitada tecnologia.

Já na Interline, terceira prestadora de internet mais popular em Itamaraju, apenas 157 clientes utilizam fibra óptica, outros 308 utilizam a tecnologia de acesso via rádio e 333 continuam com cabeamento metálico. Talvez devido a essa falta de oferta de acesso via fibra óptica nota-se uma redução da quantidade de clientes nessa prestadora saindo de 868 em setembro/21 para os 798 atuais.

A quarta colocada é Oi, que por muitos anos foi a concessionária de sinônimo de telefonia na Bahia. Em Itamaraju ela reinou soberana até fevereiro de 2016 quando possuía 1.909 clientes. De lá para cá ela experimentou uma queda controlada até janeiro/19 quando passou a cair vertiginosamente registrando em marco/22 apenas 686 clientes número inferior ao existente em março/2007 quando havia 744. Na Oi apenas 58 clientes já utilizam fibra óptica e apenas 1 acessam internet via satélite.

O principal motivo para essa queda são as baixas velocidades ofertadas visto que a Oi possui uma tecnologia legada em CABEAMENTO METÁLICO comprada da antiga Telebahia. Semelhantemente a tantas outras empresas que um dia deteve um monopólio, a Oi não se preocupou em atualizar sua infraestrutura trocando de cabeamento metálico para fibra óptica. É sabido que a tecnologia de acesso em cabeamento metálico oferece velocidades máximas de 15 Mbps. Tal velocidade impede assistir filmes em qualidade FULL HD (1080p) muito menos em 4K em travamentos.

Outro fator que limita a velocidade da internet fixa é a tecnologia usada no roteador WiFi instalado na casa do cliente. O roteador ideal é o que também utiliza a faixa de frequência em 5 GHz (por favor não se deixe iludir 5GHz com 5G, não existe roteador 5G, 5G é outra tecnologia).

A frequência de 5GHz é melhor pois usa faixas de espectros mais largas possibilitando maior velocidade no trânsito dos dados entre seu celular ou computador e o roteador WiFi. Outra tecnologia que aumenta a velocidade é a Multi-User Multiple Inpute Multiple Output (MU-MIMO), essa tecnologia possibilita que vários usuários têm velocidades similares ao mesmo tempo. Sem essa tecnologia toda a vez que houver pelo menos 2 pessoas acessando o WiFi o roteador vai priorizar uma pessoa para realizar transmissão dos dados. Isso reduz a velocidade de acesso. Assim, quando for fazer assinatura da sua internet fixa exija que o seu prestador mostre que o roteador apresente as características acima para que haja um pleno desfrute da sua internet.

Segundo a ANATEL, os limites mínimos de velocidade da banda larga que o provedor tem por obrigação fornecer uma Taxa de Transmissão Média Mensal (download e upload) é de no mínimo 80% do valor contratado. Assim, caso o cliente contrate uma velocidade 100 Mbps o provedor deve SEMPRE fornecer uma velocidade média de 80 Mbps. Já a Taxa de Transmissão Instantânea (download e upload) é de no mínimo 40% do valor contratado.

Veja em https://www.itamarajunoticias.com.br/noticia/verifique-a-real-velocidade-de-sua-internet/ como verificar sua internet, por isso é importante realizar medições frequentes durante a semana, e se a internet entregada não obedecer os limites mínimos acima citados contactar imediatamente seu provedor anotando o número de protocolo, data e nome do atendente. Caso o problema não se resolva, de posse desses dados, contacte a ANATEL através dos números 1331 e 1332 ou pelo aplicativo Anatel Consumidor disponível para Android e iOS.

Uma notícia boa para os Itamarajuenses é que tem aumentado o número de prestadores de serviços de acesso à internet, a ANATEL informa um total de 12 empresas, embora empresas como Claro, Telebrás e Brasil Telecom só atendam a grandes clientes normalmente bancos.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.