Em 16 jogos, Vitória escalou sete formações de zaga diferentes

Compartilhe

Prata da casa, Mateus Moraes foi o zagueiro que mais defendeu o Vitória nesta temporada

Sob o comando do terceiro treinador na temporada, o Vitória ainda busca o time ideal. A reformulação feita no departamento de futebol e a busca incessante por novas contratações deixam isso claro, mas há evidências também dentro das quatro linhas. Em 16 jogos, o torcedor rubro-negro viu sete formações de zaga diferentes.

Com exceção do colombiano Héctor Urrego, que só foi regularizado nesta terça-feira (3), todos os zagueiros do elenco já foram utilizados. Prata da casa, Mateus Moraes foi o que entrou em campo mais vezes: 12. A única em que não ouviu o apito inicial de dentro do gramado foi na rodada passada da Série C, quando o Leão venceu o Manaus por 1×0, no Barradão.

Ainda se recuperando de um edema na coxa, Mateus Moraes ficou no banco por não ter mais nenhum jogador de ofício à disposição, só que como Alan Santos se machucou, ele precisou o substituir ainda no primeiro tempo. O volante tinha sido improvisado na zaga porque Ewerton Páscoa e Rafael Ribeiro estão machucados. Fora dos planos, Carlos está treinando separado, com atletas que serão emprestados. 

Diante do Manaus, o novo técnico Fabiano Soares escalou uma dupla de zaga inédita. Marco Antônio foi o companheiro de Alan Santos nos 11 iniciais. Revelado na Toca, o jogador de 21 anos aproveitou a oportunidade para mostrar serviço. Fez o dele e ainda marcou o único gol do jogo, que garantiu o primeiro triunfo do Vitória na Série C. Graças a ele, o rubro-negro deixou a zona de rebaixamento ao pular da 18ª para a 16ª posição, agora com três pontos. 

Foi a segunda vez no ano que Marco Antônio pintou entre os titulares. Ele já havia formado dupla com Alisson Cassiano na estreia do Vitória na temporada, contra o Juazeirense. Este último era o zagueiro mais regular do elenco, até se transferir para o Vila Nova após a eliminação precoce no Campeonato Baiano. 

Ao longo dos 16 jogos, o Vitória não mexeu apenas nas peças da zaga, mas também na formação dela. No Campeonato Baiano e na primeira fase da Copa do Brasil, quando foi treinado por Dado Cavalcanti, o time atuou com dois zagueiros.

A partir da segunda fase do mata-mata nacional e nas duas primeiras rodadas da Série C do Brasileiro, quando foi comandado por Geninho, o Leão adotou o esquema com três zagueiros. 

A formação teoricamente mais defensiva foi desfeita quando o auxiliar técnico Ricardo Amadeu comandou a equipe interinamente na terceira rodada da Série C. Fabiano Soares assumiu na sequência e também optou por manter apenas dois zagueiros.

Para a partida contra o Aparecidense, segunda-feira (9), às 20h, no estádio Aníbal Toledo, em Aparecida de Goiânia, a tendência é que o Vitória mande a campo uma nova composição de zaga, já que Alan Santos está com um processo inflamatório na sola do pé direito, Mateus Moraes terá toda a semana para se recuperar do incômodo na coxa e Héctor Urrego já está regularizado. 

BOLA NA REDE

Nesta temporada, nenhum atacante tomou para si o posto de homem-gol do Vitória e a artilharia está bem dividida dentro do elenco. Não à toa, a defesa é responsável por 30% dos tentos anotados pelo rubro-negro na temporada: 4 dos 13 comemorados pelo time nas três competições que disputou até aqui. Os maiores goleadores do time no ano são Eduardo, Luidy e Jadson, que balançaram a rede duas vezes cada. 

Mateus Moraes garantiu o empate em 1×1 com o Castanhal, que levou o Vitória à segunda fase da Copa do Brasil. Alisson Cassiano abriu o placar do triunfo por 2×1 contra o Bahia de Feira, no Baiano. O lateral esquerdo Guilherme Lazaroni fez o gol rubro-negro da derrota por 2×1 para o Ypiranga-RS, na Série C. Marco Antônio comemorou o gol que deu ao Leão o primeiro triunfo na divisão de acesso, contra o Manaus.

Confira todas as formações da zaga do Vitória em 2022:

Vitória 1×1 Juazeirense – Baiano
Alisson Cassiano e Marco Antônio

Barcelona de Ilhéus 0x1 Vitória – Baiano
Mateus Moraes e Alisson Cassiano

Jacuipense 1×0 Vitória – Baiano
Mateus Moraes e Alisson Cassiano

Vitória 1×1 Bahia – Baiano
Ewerton Páscoa e Alisson Cassiano

Vitória da Conquista 0x1 Vitória – Baiano
Ewerton Páscoa e Alisson Cassiano

Vitória 0x0 Atlético de Alagoinhas – Baiano
Ewerton Páscoa e Alisson Cassiano

Castanhal 1×1 Vitória – Copa do Brasil
Mateus Moraes e Ewerton Páscoa (alisson no banco)
Gol de Mateus Moraes

Doce Mel 1×0 Vitória – Baiano
Mateus Moraes e Alisson Cassiano
Mateus Moraes marcou contra

Unirb 1×1 Vitória – Baiano
Mateus Moraes e Alisson Cassiano

Vitória 2×1 Bahia de Feira – Baiano
Mateus Moraes e Alisson Cassiano
Alisson Cassiano abriu o placar e Eduardo fechou

Vitória 2×0 Glória-RS – Copa do Brasil
Mateus Moraes, Ewerton Páscoa e Alisson Cassiano

Remo 2×1 Vitória – Série C
Mateus Moraes, Ewerton Páscoa e Rafael Ribeiro

Vitória 0x1 Floresta – Série C
Mateus Moraes, Ewerton Páscoa e Rafael Ribeiro

Fortaleza 3×0 Vitória – Copa do Brasil
Mateus Moraes, Ewerton Páscoa e Rafael Ribeiro

Ypiranga-RS 2×1 Vitória – Série C
Mateus Moraes e Ewerton Páscoa
Gol de Guilherme Lazaroni

Vitória 1×0 Manaus – Série C
Marco Antônio e Alan Santos
Gol de Marco Antônio

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.