Especialista esclarece dúvidas sobre financiamento de energia solar; confira

Compartilhe

Os sucessivos aumentos na conta de luz têm levado muitos baianos a optarem por modelos fotovoltaicos, a chamada energia solar. Entre 2020 e 2021, esse modelo cresceu 137% no estado, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Este ano, 17 mil consumidores baianos já adotaram o sistema. Essa mudança de hábito tem feito a Bahia subir no ranking de geração de energia solar do país, é atualmente o quinto estado, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Apesar dos avanços, a contratação do serviço ainda é cara, mas existem linhas de crédito específicas para atender a demanda. A gerente comercial do Meu Financiamento Solar, Iasmym Jorge, esclareceu algumas dúvidas sobre o processo. Confira:

Como a energia solar funciona e quais as vantagens desse modelo de produção? 

A tecnologia solar é a produção de eletricidade a partir da luz do sol. Para isso acontecer, é necessário um kit fotovoltaico que contém placas solares, inversor de corrente, estrutura de fixação, caixa de proteção elétrica, cabos e conexões. Existem variações entre os sistemas e versões diferentes de cada peça, mas a estrutura básica é essa. As vantagens desse recurso energético são muitas, sendo as principais: autonomia energética, segurança no abastecimento elétrico, valorização do imóvel, manutenção simples, economia na conta de energia elétrica e geração de energia limpa, contribuindo para a preservação do meio ambiente e redução de gases de efeito estufa.  

Quais consumidores podem adotar esse tipo de produção? Pessoas que moram na zona rural, por exemplo, conseguem instalar os painéis com facilidade? 

Sim, qualquer residência ou empresa que tenha um telhado, uma fachada ou uma área favorável para o aproveitamento da luz solar pode investir em um kit fotovoltaico. As empresas instaladoras profissionais têm capacidade para contornar problemas como a eventual necessidade de reforço na estrutura do telhado ou mesmo ajustar o projeto para evitar áreas com sombreamento.

É possível manter os dois modelos de produção no mesmo imóvel, solar e elétrico? 

Ao instalar energia solar, o consumidor continua conectado na rede da concessionária, que serve como um backup para os momentos em que o sistema solar não estiver gerando energia suficiente para atender o edifício. 

Quem mora em apartamento consegue contratar o serviço individualmente ou apenas de forma coletiva para o prédio inteiro?  

Apenas coletivamente, ou seja, para o prédio inteiro.

Qual o custo médio da instalação da energia solar para o consumidor residencial? O valor é maior quando o consumidor é uma empresa? 

O investimento, tanto para o consumidor residencial quanto para a empresa, depende do tamanho do sistema. O ticket médio é em torno de R$30 mil, mas pode ter sua variação conforme o consumo do local, também é possível financiar 100% do projeto, incluindo equipamentos e serviço de instalação. Realizamos uma pesquisa e constatamos que 60% dos clientes não conhecem as linhas de financiamento para energia solar. A vantagem de financiar o seu sistema solar é que na grande maioria dos casos a parcela do financiamento se iguala ou fica menor que a conta de luz que já paga.

No primeiro mês após a instalação já é possível perceber os benefícios? Quanto tempo leva para o consumidor conseguir retorno do investimento?  

Já no primeiro mês de funcionamento do kit solar, o consumidor percebe uma redução na conta de luz que poderá chegar até 95%, restando pagar a taxa mínima e a parcela do financiamento. Após 6 anos, o financiamento será quitado e o cliente terá energia elétrica quase de graça por mais 25 anos.  

Como devem proceder os consumidores residenciais e empresariais que desejem contratar o serviço?

Para gerar energia elétrica a partir da luz solar é necessário instalar um gerador fotovoltaico. Assim que instalado, a concessionária precisa trocar o relógio de medição para iniciar a geração de energia. O primeiro passo é, com a conta de luz em mãos, fazer uma simulação para saber o valor do investimento. No nosso site do Meu Financiamento Solar temos uma ferramenta para auxiliar os clientes. Depois, entre em contato com uma empresa qualificada para projetar, instalar e conectar o sistema. Em seguida, encaminhar a solicitação à distribuidora local para obter acesso à rede. Após a instalação dos equipamentos, peça para o instalador fazer todos os testes de funcionamento. Por último, solicite que a distribuidora faça a vistoria da instalação e acompanhe a troca do medidor de energia.

É possível usar a produção de energia solar de uma residência em outros imóveis do mesmo proprietário? 

Sim, desde que as contas estejam no mesmo nome e os locais sejam atendidos pela mesma distribuidora. Isso é possível por meio do sistema de créditos. Os créditos se acumulam para serem usados em até 60 meses (cinco anos). Portanto, se no mês seguinte o sistema gerar uma quantidade menor do que a consumida, dá para compensar com créditos de meses anteriores.

Quais vantagens o Meu Financiamento Solar oferece para os consumidores?  

É possível financiar até 100% do projeto, incluindo a instalação. O pagamento é sempre efetuado direto aos fornecedores, isso é um dos diferenciais da linha, permitindo que o valor do serviço seja pago diretamente para as empresas que instalam os kits de energia solar. Para pessoa física a contratação é de até R$ 500 mil, e para pessoa jurídica de até R$ 3 milhões. O pagamento do financiamento pode ser feito em até 84 meses (7 anos), e o prazo para começar a pagar é de até 120 dias. A carência mais buscada por nossos clientes é de 90 dias. Também temos carência de 120 dias. A carência estendida é benéfica, pois permite que todo processo de instalação seja concluído antes do vencimento da primeira parcela.

A empresa tem a média de quantos clientes já atendeu na Bahia? Quantas desses consumidores buscaram financiamento para investimentos residenciais?  

O Nordeste é responsável por 38% do volume total de propostas do Meu Financiamento Solar, liderando o volume por região. No entanto, ainda há muito espaço para crescer, visto que apenas 1,3% do potencial de mercado da região utiliza a energia solar, com destaque para Bahia que tem a 11ª tarifa mais cara do país. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.