Ex-Atlético, Sampaoli deixa o comando do Olympique de Marselha

Compartilhe

O argentino Jorge Sampaoli, que chegou à França em fevereiro de 2021, depois de deixar o Atlético, não é mais o técnico do Olympique de Marselha, anunciou o clube nesta sexta-feira (1º). 
“Estamos satisfeitos com o caminho percorrido e as emoções vividas juntos, mas devido a uma longa reflexão, as duas partes, que atuam no interesse geral do projeto do Olympique de Marselha, concordaram em dar fim a esta etapa”, diz o comunicado do clube.
Com Sampaoli, o Olympique foi vice-campeão francês na última temporada e conseguiu vaga direta na próxima Liga dos Campeões da Europa.
No entanto, desde maio o treinador argentino deixou uma mensagem muito clara para a diretoria sobre suas exigências no mercado de transferências.
“Queremos ir à Liga dos Campeões pelo dinheiro ou para sermos competitivos? É o mais importante que precisam saber o presidente, o proprietário e o treinador: saber por que tivemos esse objetivo”, disse.
“É preciso saber se existe uma possibilidade de criar uma equipe de Liga dos Campeões. Porque jogar a Liga dos Campeões é jogar contra grandes equipes. Ir para jogar alguns jogos e não fazer parte de verdade da competição me parece ilógico”, acrescentou Sampaoli, que tem reputação de ser muito exigente em matéria de contratações.
No momento, o Olympique só contratou dois zagueiros, Samuel Gigot (Spartak Moscou) e o jovem Isaak Touré (Le Havre).
Por outro lado, o clube perdeu dois titulares absolutos: William Saliba, que voltou ao Arsenal após o fim de seu empréstimo, e Boubacar Kamara, que foi para o Aston Villa.

Sampaoli no Atlético 

Sampaoli comandou o Atlético em 44 jogos, com 25 vitórias, nove empates e 10 derrotas. O treinador, que assumiu o Galo logo após a vexatória eliminação na Copa do Brasil para o Afogados, de Pernambuco, terminou o trabalho com o título mineiro e a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores.
O aproveitamento geral de Jorge Sampaoli foi de 63,63%. Para deixar o clube alvinegro, ele pagou multa de R$ 4,3 milhões prevista no contrato.