Fraudes no comércio e na indústria causam prejuízo de R$ 336 bilhões

Compartilhe

O contrabando, a pirataria, o roubo, a sonegação de impostos e o furto de energia, combustíveis e água provocaram um prejuízo econômico de R$ 336,8 bilhões ao país em 2021.ebcebc

Desse total, R$ 95 bilhões referem-se a tributos não recolhidos pelos governos e que poderiam ser revertidos em bem-estar para a sociedade.

Por causa dessa prática ilegal, o Brasil deixou de gerar 535,7 mil empregos formais.

Os dados fazem parte do estudo Brasil Ilegal em Números, divulgado nesta quinta-feira (04), e elaborado pela Associação Comercial, Federação do Comércio e Federação das Indústrias. Todas do Rio de Janeiro.

O presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior, afirma que é preciso sensibilizar a sociedade, porque a ilegalidade não é um problema só do comércio ou da indústria. Ele destaca que o valor perdido no ano passado para as ações ilegais equivale ao auxílio emergencial pago pelo governo em 2020 e 2021.

Ainda segundo Florêncio, o baixo poder aquisitivo da população acaba empurrando as pessoas a adquirir produtos piratas, que são mais baratos. Segundo ele, o levantamento também apurou que dos cerca de 220 milhões de brasileiros, apenas 50 milhões tem poder de consumo.

A partir desse estudo, entidades formularam o Manifesto de Combate ao Brasil Ilegal. No documento, o grupo destaca a necessidade de ações coordenadas entre os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, dos níveis federal, estaduais e municipais, para o enfrentamento às atividades criminosas.

Economia Rio de Janeiro 04/08/2022 – 12:35 Sâmia Mendes / Guilherme Strozi Cristiane Ribeiro – Repórter da Rádio Nacional Fecomércio Roubo contrabando Sonegação de Impostos comércio quinta-feira, 4 Agosto, 2022 – 12:35 151:00