Homem usava fios para agredir família em cárcere: “Bem agressivo”

Compartilhe

A mulher que foi mantida durante 17 anos em cárcere privado com os dois filhos pelo marido em Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro, contou que a família era agredida com fios e pedaços de madeira.

“(Ele) batia de fio e às vezes com pedaço de madeira. Ele já era bem agressivo, mas com o decorrer dos anos foi piorando as agressões”, disse em entrevista à TV Globo.

“Eu ficava sem comida, sem água, apanhando, meus filhos também, amarrados, apanhava de fio e enforcava a gente também. Ele já tentou enforcar eu e meu filho.”

O autor das agressões, Luiz Antônio Santos Silva foi preso em flagrante pela Polícia Civil na quinta-feira (28/7). Ele era conhecido como DJ por colocar o som muito alto para abafar gritos de socorro da família.

A mulher disse ainda que os filhos, de 19 e 22 anos, nunca tiveram contato com outras pessoas. Eles receberam alta do Hospital Rocha Faria ainda na sexta (29/7) e foram levados para a casa de parentes.  Quando resgatadas, as vítimas estavam em condições de maus-tratos e desnutridos.

O post Homem usava fios para agredir família em cárcere: “Bem agressivo” apareceu primeiro em Metrópoles.