Igor Kannário puxa trio em ‘Arrastão da Paz’, na Liberdade

Compartilhe

O cantor Igor Kannario realizou seu tradicional “Arrastão da Paz” neste domingo (31), em Salvador. O cantor animou foliões na passagem do trio entre os bairros da Liberdade e da Lapinha.

O show começou por volta das 13h30 e terminou às 16h, segundo a organização do artista. Em cima do trio, estavam influenciadores, como Dum Ice e o apresentador Dinho Júnior. O cantor também levou os dois filhos para participar da festa.

csm kannario divulgacao4 07725e1b3a
Igor Kannario em Arrastão da Liberdade (Foto: Divulgação)

Em uma publicação na quinta, Kannário agradeceu ao comando da 37ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Liberdade) ao confirmar que faria o arrastão na Liberdade.

“Preciso que todos saiam de casa com espírito de muita alegria, amor de luz, pra gente se divertir, matar a saudade”, disse. “Vamos fazer uma festa linda”. Nos stories, ele reforçou o pedido para que as pessoas vão com “espírito de paz” e evitem causar “intercorrências”. 

csm kannario divulgacao filhos 4265b7e63f
Kannario levou os filhos para o trio (Foto: Divulgação)

Polêmica com a Polícia Militar
Em entrevista na quarta-feira (27) que não se arrepende de ter chamado os policiais militares baianos de “bunda mole”, mas que hoje em dia não faria isso. Ele falou também que tem vontade de conversar com o comandante da PM e diz que não há “por que ter picuinha”.

“Não me arrependo, mas não faria da mesma forma. Não me arrependo de nada que eu faço. Um homem que se arrepende nunca vai ter coragem”, disse Kannário, em entrevista ao Bargunça Podcast. “Naquele momento eu agi com sentimento e com emoção. Quando a gente tá emocionado, a gente não tá equilibrado. Eu falei mesmo”, avaliou.

O episódio aconteceu durante a passagem do trio de Kannário pelo circuito do Campo Grande, no Carnaval de 2020. 

Kannário disse que gostaria de ter um diálogo com a PM durante o Carnaval. “Sem demagogia. Gostaria bastante. Hoje, eu acho que existe um amadurecimento a mais, um papo de adulto. Eu acho que hoje não precisamos de intermediários, como já precisamos outras vezes. Hoje, acho sim que a gente pode estabelecer esse diálogo, dividir um pouco das nossas informações em relação ao percurso , o ponto mais delicado, que fica mais apertado, crítico”, falou.

Ele falou especificamente do coronel Paulo Coutinho, atual comandante da corporação. “Eu também acho que preciso conversar com o comandante atual. Acho que seria muito legal a gente conversar, tirar algumas dúvidas, esclarecer algumas coisas”.

O artista destacou que suas críticas não são pessoais, mas às corporações. “As minhas criticas a algumas corporações não são críticas às instituições, não são críticas para os comandantes. Eu tenho imagens, contra provas e fatos não há argumentos. É porquê é Kannário que fala? Como eu tenho que falar? É com respeito? Vou falar com respeito”, disse.

Ele disse que pretende manter essa conversa para que sua tradicional pipoca no Campo Grande, no ano que vem, “seja 100% da paz”. “Como é que a gente pode fazer? Como posso ajudar? Eu me coloco à disposição da polícia. É disso que estou falando”. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.