Jovem denuncia agressão em estação do metrô de Salvador e segurança é demitido

Compartilhe

O jovem artista independente Aleff Bernardes foi às redes sociais na noite desta sexta-feira (10) fazer uma denúncia de agressão que teria sofrido de um segurança do metrô de Salvador.

Na publicação, Aleff conta que estava dentro da estação Tamburugy, por volta das 22:37, e foi ao banheiro. Na saída ele foi abordado por um segurança “sem nenhum motivo”. 

“Percebi que ele estava mal intencionado e não estava gostando porque eu estava questionando o motivo da abordagem, então comecei a gravar e foi aí que ele não gostou mais ainda. Na tentativa de filmar a identificação fui agredido e perseguido dentro estação Tamburugy, porque o objetivo dele era apagar as imagens do meu celular. Outra segurança foi acionada e fui impedido de sair do metrô”, conta o rapaz.

No vídeo, é possível ver o segurança discutindo com Aleff. Quando a câmera se aproxima do peito do segurança, onde está sua identificação, ele dá um tapa no celular de Aleff que cai no chão e quebra.

“No vídeo da pra ver meu celular caindo do chão, o aparelho foi extremamente danificado e o meu rosto ficou inchado. Ele me ameaçou e disse que vai me achar pra resolver isso. Sou um jovem negro, artista independente e de candomblé, alvo de toda essa estrutura racista, homofóbica e intolerante. E justamente por isso que gravei a abordagem e mesmo assim ele não se intimidou”, concluiu.

Em nota, a CCR Metrô Bahia informou que apurou o ocorrido e decidiu pelo desligamento do segurança. A concessionária diz ainda que entrou em contato com o cliente, reforçando seus valores de cuidado e acolhimento para com ele.

“A CCR Metrô Bahia não tolera nenhum ato de violência ou ação que não esteja alinhada ao valor de cuidado e empatia para com seus clientes… A concessionária lamenta o ocorrido e informa que está trabalhando fortemente no eixo diversidade, inclusão e cultura de compliance, investindo em um programa contínuo de capacitação e treinamentos para seus colaboradores”, declarou.

Procurado pelo CORREIO, Aleff contou que ainda está assustado e lidando com toda a situação. Ele conta também que realizou um boletim de ocorrência devido à agressão e ameaças sofridas. O jovem ainda passou por um exame de corpo delito.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.