Na Bahia, Bolsonaro ataca governadores do Nordeste por causa do ICMS

Compartilhe

Durante a passagem por Feira de Santana nessa sexta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou os nove governadores do Nordeste por terem acionado o governo federal na Justiça contra a redução da cobrança de ICMS sobre os combustíveis. O mandatário, e candidato à reeleição, afirmou também que o desemprego está em queda no país, fez ataque ao PT e disse que acabou com o Movimento dos Sem Terra (MST).

“Estão gostando da baixa do combustível? Começou com um esforço nosso, reduzindo os impostos federais. Agora, é com os 27 governadores. Infelizmente, os 9 governadores do Nordeste entraram na Justiça contra a redução. Doze entraram na Justiça, incluindo todos do Nordeste. Essa redução se dará de uma forma ou de outra. Estamos em uma luta do bem contra o mal”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro está na cidade visitando obras. Ele fez uma ‘motociata’ ao chegar em Feira. Alguns caminhoneiros que passavam pela BR-116 buzinaram demonstrando apoio. O presidente não falou com a imprensa, mas ao visitar a obra do Rodoanel, que fica na rodovia, conversou com os apoiadores. 

Ele aproveitou para reforçar posicionamentos. O presidente disse ser contra o aborto, a regularização das drogas e ser a favor do armamento. Incentivado por gritos de apoiadores, ele disse ser patriota e fez ataques ao PT.

“Praticamente acabamos com o movimento do MST pelo Brasil. A grande maioria dessas pessoas são trabalhadores humildes e de bem, mas eram escravizados pelas lideranças. Nós demos a eles mais de 360 títulos de reforma agrária. Nós transformamos essas pessoas do MST em cidadãos e colocamos ao lado dos fazendeiros”.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.