PlayStation diz que é quase impossível competir com Xbox Game Pass

Compartilhe

Durante a inspeção da compra da Activision Blizzard pela Microsoft, a FTC e a Comissão Europeia garantem que o acordo seja cumprido. A regulamentação deve passar pela verificação de pelo menos 20 países, e graças à comissão brasileira conseguimos obter algumas informações muito interessantes sobre a compra. As entidades concorrentes foram questionadas sobre a compra da Activision Blizzard para saber se esta compra afetaria de alguma forma o seu sistema de negócios.

Como se sabe, a Sony foi a única empresa que não concordou com a compra que a Microsoft quer fazer, deixando nas suas declarações alguns dados muito interessantes como o Xbox Game Pass segundo a Sony.

Graças ao tópico ResetEra, sabemos quais foram as declarações da Sony contra a compra da Activision Blizzard King. Um dos principais motivos é o bem sucedido título de guerra Call of Duty, que a cada parcela anual traz uma grande soma de lucro para a empresa japonesa . No momento, a Sony não consegue desenvolver um título que iguale ou supere esse grande titã da Activision, e apesar de ter um grande arsenal de jogos exclusivos que atraem muitos jogadores para seu console, a Sony acredita que Call of Duty é um fator decisivo na escolha do console.

Call of Duty não é a única desvantagem da Sony, obviamente. Segundo o responsável pela PlayStation, o Xbox Game Pass é inigualável, monopolizando entre 60 e 70 por cento de todas as assinaturas no mercado de jogos, superando em muito outros serviços de assinatura como PlayStation Plus Premium, Google Stadia e Amazon Prime Gaming. Esses números são difíceis de bater para a Sony.

Finalmente, a inclusão de Call of Duty e mais títulos da Activision Blizzard no Xbox Game Pass pode deixar qualquer empresa fora da competição, já que criar algo que concorra diretamente com o serviço de assinatura da Microsoft pode levar anos e muito tempo.

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.