PM mata irmã após briga em posto de gasolina no Rio e é presa pelo marido

Compartilhe

Uma policial militar foi presa na manhã de sábado, 2, após matar a própria irmã a tiros durante uma discussão entre as duas no banheiro de um posto de gasolina localizado em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

O marido de Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, que também é PM, foi até o banheiro e ao ver a cena deu voz de prisão à esposa. A vítima, Rayana Mello morreu no local. 

De acordo com o G1, Rhaillayne é lotada no 7° Batalhão de Polícia Militar (BPM/São Gonçalo) e foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios de Niterói.

Segundo relatos de testemunhas, as irmãs vinham de uma festa e já estavam discutindo. Elas entraram no banheiro do posto, onde a briga continuou, e depois foram efetuados os disparos de arma de fogo.

A Corregedoria Geral da Polícia Militar acompanha o caso através da 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (4ªDPJM). 

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.