Polícia Civil do Rio prende segundo suspeito de matar idosa e empregada doméstica

Compartilhe

O segundo suspeito de assassinar uma idosa e a empregada doméstica que trabalhava para ela se entregou à Polícia Civil do Rio de Janeiro na noite de sábado, 11. William Oliveira Fonseca, que era considerado foragido, se entregou em uma delegacia de Bonsucesso, na zona norte da cidade, e foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Capital, na Barra da Tijuca. Ao lado de Jhonatan Correia Damasceno, detido na última sexta, 10, na favela do Acari, William é acusado de latrocínio, extorsão e incêndio. Os dois são acusados de serem os responsáveis pelas mortes de Martha Maria Lopes Pontes, 77, e da diarista Alice Fernandes da Silva, 51.

Na quinta, 9, os Bombeiros foram acionados para controlar um incêndio no apartamento de Martha. Ao entrar no local, encontraram o corpo das duas mulheres. Segundo a polícia, o crime teria ocorrido entre entre13h35 e 16h15 de quinta – os dois teriam feito um serviço de pintura anteriormente, mas tentaram extorquir mais dinheiro da idosa. De acordo com as investigações, na quinta-feira, a dupla invadiu o apartamento de Martha para roubá-la. No imóvel, também se encontrava a diarista Alice. Após renderem as duas vítimas, eles as amarraram e amordaçaram, impedindo qualquer chance de defesa. Um deles saiu do imóvel para descontar cheques em agência bancária enquanto o outro permaneceu com as vítimas, as mantendo como reféns. Depois, juntos, mataram as duas mulheres e atearam fogo no local antes de saírem.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.