Polícia no Rio faz ação contra milícia em bairro em que prédios caíram

Compartilhe

A Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciou nesta quinta-feira (28) a Operação Caixa de Areia 2, contra a lavagem de dinheiro através da exploração de imóveis pela milícia da comunidade da Muzema, na Zona Oeste da capital. Entre os alvos estão pessoas já denunciadas em investigações iniciadas após o desabamento de dois prédios na região, em 2019, que mataram 24 pessoas.

Os agentes do Departamento Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro cumprem 16 mandados de busca e apreensão. A ação também acontece em outros bairros da Zona Oeste e no município de Nova Friburgo, na Região Serrana, e faz parte do Programa Cidade Integrada, lançado pelo Governo do Estado para a retomada de territórios, e conta com apoio do Departamento-Geral de Polícia Especializada.

As investigações apontam que a quadrilha teria movimentado cerca de 100 milhões de reais, entre 2019 e 2020, com a exploração imobiliária irregular. 

A primeira fase da operação aconteceu em maio do ano passado, quando foram cumpridos mandados de busca e apreensão, além do bloqueio judicial de mais de 10 milhões de reais de contas bancárias dos envolvidos.

O foco da ação é obter novas provas, a partir de apreensão de documentos, escrituras de imóveis, telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos, além de investigar o uso de laranjas, e empresas de fachada, como imobiliárias, construtoras, lojas de material de construção e açougues.

Os mandados foram expedidos pela Primeira Vara Criminal Especializada, com atuação da Primeira Promotoria Especializada de Investigação Penal.

Segurança Rio de Janeiro 28/04/2022 – 13:14 Solimar Luz – Repórter da Rádio nacional Milícia Milicianos Polícia Rio de Janeiro quinta-feira, 28 Abril, 2022 – 13:14 138:00

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.