Preços da indústria sobem 1,83% em maio, diz IBGE

Compartilhe

Os preços no setor industrial em maio subiram 1,83% em relação a abril. Com isso, o Índice de Preços ao Produtor das Indústrias Extrativas e de Transformação atingiu no acumulado do ano 9,06%, e, em 12 meses, 19,15%. A chamada inflação na porta de fábrica mede a variação dos preços antes da adição dos impostos e do custo do frete. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.ebc.png62bf3654d6e72ebc.gif62bf36563e3bb

De acordo com o analista da pesquisa, Felipe Câmara, o destaque foi o desempenho do setor extrativista, que subiu 12,50%.   Já entre as atividades, chama atenção a de refino de petróleo e biocombustíveis, com alta de 2,80% na comparação com abril e de 53,79% com relação a maio do ano passado. O setor já acumula inflação de 26,37% este ano.

Todas as grandes categorias econômicas variaram positivamente. A alta ficou em 2,04% nos bens de capital, em 2,43% nos bens intermediários; e em 0,77% nos bens de consumo.

Em contraponto aos setores que pressionaram os preços de para cima, algumas atividades com peso importante desaceleraram, como foi o caso da indústria de alimentos, que tem o maior peso do IPP e subiu 0,32% na passagem de abril para maio, menos do que nos últimos meses.

Economia Rio de Janeiro 01/07/2022 – 14:24 Leila dos Santos / Guilherme Strozi Tâmara Freire – Repórter da Rádio Nacional Inflação indústria custo produção sexta-feira, 1 Julho, 2022 – 14:24 133:00

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.