Shakira pode pegar 8 anos de prisão por fraude fiscal

Compartilhe

Após vários meses de trâmites, o Ministério Público Espanhol pediu que a cantora Shakira, acusada de fraude com o tesouro de 14,5 milhões de euros, equivalente a R$ 76,8 milhões, seja presa por oito anos e dois meses.

A situação ocorreu entre os anos de 2012 e 2014. O documento oficial foi apresentado nesta sexta-feira (29) pela Procuradoria Provincial de Barcelona após a artista se declarar inocente. 

No entanto, ela rejeitou um acordo feito pelo MP e afirmou que estava disposta a ir a julgamento no país. O Tribunal de Barcelona vai decidir se abre um julgamento oral para a famosa, que também pode ocorrer um acordo com o MP no último momento. 

Ainda no processo, Shakira, que sofreu uma traição do marido Piqué recentemente, afirmou que pagou 17,2 milhões de euros para o Tesouro e não compreende o motivo de está sendo processada, já que não há dívida pendente. 

Ela alega, também, que “a promotoria tem insistido em recolher o dinheiro ganho em [suas] turnês internacionais e no ‘The Voice'”. Período em que a artista não residia na Espanha, indo contra as alegações do MP.