SP: Metalúrgicos da Caoa aprovam suspensão temporária de trabalho

Compartilhe

Os metalúrgicos da montadora da Caoa Cherry em Jacareí, São Paulo, aprovaram a proposta de suspensão temporária dos contratos de trabalho, o chamado lay off, para evitar as demissões.

O tempo proposto de suspensão é de 5 meses. Nesse período, os empregos seriam mantidos e os salários pagos com recursos do FAT, o Fundo de Amparo ao Trabalhador, administrado pelo Governo Federal.

Na quinta-feira, a montadora anunciou a demissão de pelo menos 480 pessoas. A unidade tem cerca de 600 trabalhadores. Outros 120 funcionários, todos de setores administrativos, seriam remanejados para outras áreas da empresa.

A proposta de lay off já tinha sido apresentada pelo sindicato dos metalúrgicos de São José dos Campos logo depois do anúncio de fechamento dos postos de trabalho pela Caoa. Na avaliação do sindicato, o anúncio equivale ao de fechamento da fábrica de Jacareí.

Em nota a Coao informou que a interrupção nas atividades é temporária e que o objetivo é mudar toda a linha de produção para a fabricação de carros elétricos. A fábrica de Jacareí foi inaugurada em 2015. A montadora não confirmou se aceitou a proposta de adotar o lay off na unidade.

Um próxima reunião entre o sindicato e a empresa está marcada para terça-feira.

Economia Brasília 06/05/2022 – 20:18 Roberto Piza / Beatriz Arcoverde Eliane Gonçalves – Repórter da Rádio Nacional  Caoa Chery sexta-feira, 6 Maio, 2022 – 20:18 1:18

HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.