Stênio Garcia é retirado à força de entrevista por esposa: ‘Não pode pegar coronavírus’

Compartilhe

O ator Stênio Garcia, de 90 anos, foi retirado à força de uma entrevista pela esposa Marilene Saade nesta quarta-feira (13). A mulher se desesperou ao ver que o marido estava conversando sem máscara com o jornalista Marcos Bulques, que estava ao vivo no programa “A Tarde É Sua”, da RedeTV!. O vídeo da entrevista viralizou nas redes sociais.

Nas imagens, Marilene aparece, de repente, e tenta cobrir o rosto do marido com uma máscaras. Sem conseguir encaixar o objeto, ela usa a própria mão para tapar nariz e boca do ator.

“Desculpa, não pode pegar coronavirus. Você não pegou até agora. Acabou, vamos para casa”, diz ela puxado Stênio da frente da câmera. O ator sai alterado, reclamando da atitude da esposa: “Deixa eu acabar”.

“Gente, uma situação constrangedora”, diz Bulques para os apresentadores no estúdio, que também ficaram chocados com a situação.

Doença cardíaca

Após a repercussão do episódio, Marilene Saade se pronunciou nas redes sociais. Segundo ela, o marido está com uma doença cardíaca grave que ainda não foi diagnosticada. 

Stênio foi abordado pela equipe da RedeTV!, em uma livraria no Rio de Janeiro, onde acontecia o lançamento do livro da atriz Beth Goulart, que escreveu a obra junto com sua mãe, Nicette Bruno – morta aos 87 anos, vítima da covid-19.

Em um vídeo, Marilene explicou para o público que Stênio vem apresentando sintomas graves de doença cardíaca e que só foi liberado pelos médicos para ir ao evento usando máscara. 

“O Stênio está com um problema no coração. Ontem ele foi proibido terminantemente de ir, aliás, ele está proibido de ir à academia, ele está proibido de ir a qualquer lugar, porque ele está com um problema desde o dia que ele fez 90 anos de idade”, disse ela, acrescentando que ele não pode ficar nem resfriado até ter um diagnóstico.

“Desde o dia 28 que eu tô monitorando a pressão dele 24 horas por dia. A gente não tem ninguém pra ajudar, só tem eu fazendo isso. Eu não estou reclamando, porque quando eu estive em coma, quem cuidou de mim foi ele. […] Ontem, como a gente gostava demais da Nicette, falei para os médicos que eles queriam muito ir e deram a incumbência: ‘Não deixa ele tirar a máscara nem uma fração de segundos’. E eu jurei para três médicos”, explicou. 

Marilene também falou do risco dele ficar doente. “Por que eu tive aquela explosão? Porque os médicos me pediram. Porque se ele pegar [covid], se ele pegar uma gripe que seja, ele pode vir a óbito porque a gente não sabe o que ele tem”, concluiu.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itamaraju e região na palma da sua mão.

Entre no grupo. Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
HOT & NEW
Thank You
You are now Subscribed to our product newsletter.